Pesquisa

Construção da fábrica de ração da Fazenda de Santo António no jornal Expansão

Notícias
A iniciativa do grupo Euroeste, que detém uma das maiores fazendas de Quibala, em reduzir a carência de produto em Angola não passa despercebida ao jornal Expansão
Data 28-10-2015 

A iniciativa do grupo Euroeste, que detém uma das maiores fazendas de Quibala, em reduzir a carência de produto em Angola não passa despercebida ao jornal Expansão, que elaborou um artigo sobre a nova fábrica de rações da Fazenda de Santo António.

 

Pedro Garcia de Matos explica ao jornal angolano que entre os principais objetivos da fábrica, com capacidade de produção anual de 15.000 toneladas, estão a maximização da produção agrícola, da exploração pecuária e da secagem e armazenagem de cereais.

 

A Euroeste está, nesta fase, a apostar na "contínua expansão de projetos", tendo já sido lançados 14 estudos de viabilidade económica para projetos que rondam os 170 milhões de USD, sendo que alguns terão início em 2016.

 

O jornal angolano menciona ainda algumas previsões de produção agrícola de milho, soja, trigo, cevada, fuba e ração para o ano 2016. De acordo com Pedro Garcia de Matos, estes projetos cujos objetivos passam elo consumo próprio da exploração agropecuária e abastecimento do mercado Angolano, requerem um investimento na ordem dos 30 milhões de USD até ao final de 2016, dos quais mais de metade já foram investidos.

 

O presidente da Euroeste menciona ainda algumas preocupações relativamente à falta de mão-de-obra qualificada e ao preço dos combustíveis, e revela que há expectativas em relação à criação de gasóleo agrícola.

 

 

Consulte a versão .pdf do artigo do jornal Expansão